quinta-feira, 5 de setembro de 2013

acordo pecado


                                ACORDO PECADO

por que você quer que eu use vermelho?
pra te ver melhor

e por que às vezes insiste que eu use verde?
pra te ver de perto

e se eu me despir daquele vestido vinho?
eu me embriago de você

laranja?
te chupo de casca e tudo

ah, é? se acaso eu sair toda de preto?
eu morro de amores pra justificar o seu luto

de branco?
aí a gente não briga, hasteio você no meu mastro

posso usar cinza?
só depois que eu te fumar

de azul?
eu mergulho em você, profundamente

e com aquela sainha rosa?
eu te despetálo inteira em bem-me-queres

hummm, e se eu sair com aquele sapato napolitano?
eu lambo os seus pés, me derretendo

e com aquela blusinha com mangas?
eu nem espero amadurecer

e se eu mostrar as batatas das pernas?
batatas da perna, maçãs do rosto, peras dos seios, plantas dos pés... querida, eu sou vegetariano

há dias em que fico em vermelho-sangue
nesses dias eu te vampirizo

ódio! diga, por que insistes, por que me afliges, por que me feres?
preta, há dias que te quero. adias que me queres!


Lelê Teles

Um comentário:

Emanuel Lopes Ferreira Galvão disse...

Bicho, tu tens livro?
Tu es muito bom.
Sou teu fã.

Manda o nome do livro para mim.

Se não, corre e publica.
Estou aqui sem conseguir parar de lê.